Avançar para o conteúdo principal

Guerreira (o)s de luz - Filipa Ferreira

E, como o prometido é devido, aqui está a grande surpresa que eu estava a preparar para o meu blog - uma rubrica que pretendo que seja semanal ou quinzenal, intitulada de "Guerreira(o)s de Luz", na qual irei entrevistar pessoas especiais, verdadeiros exemplos de vida a seguir por todos nós que deixam a sua marca na sociedade, contribuindo também para uma revolução de mentalidades. Num mundo onde os valores estão completamente invertidos, aqui o "ser" é o determinante e faz a diferença. Seja em que área for, estas pessoas são especiais para mim, admiro-as muito e, por isso, querem que também vocês as possam conhecer. 
Trata-se de uma rúbrica para ler e refletir naquilo que é verdadeiramente importante na vida, os valores, os sentimentos, a luta, a amizade, a força, o companheirismo, a generosidade, a entreajuda, o amor, o carinho, a coragem, a garra, a determinação...e decidi começar pela Filipa Ferreira, uma jovem algarvia que há cerca de três meses decidiu avançar com o seu sonho, criando um blog e uma página no facebook.

Filipa Ferreira, Blogger Portuguesa onde o tema moda inclusa é REI | Utilizadora de cadeira de rodas, o sorriso na cara é constante. Uma LUTADORA.

"O meu blog tem como principal característica abordar os temas de um beauty/fashion blog mas integrado no tema da inclusão de todas as pessoas. Particularmente pessoas em cadeira de rodas ou mobilidade reduzida", foi assim que a nossa Filipa definiu o seu cantinho e embora considere que "os exemplos de vida acarretam muita responsabilidade" para mim é uma grande referência, uma pessoa que adorei conhecer, cuja garra e determinação eu admiro e aplaudo de pé! Obrigada Filipa por teres aceite este meu desafio :-)

Aqui fica a nossa conversa---espero que gostem (eu adorei)---e fico à espera dos vossos comentários :-)




Como nasceu a ideia de criares um blog com a extensão de uma pagina do mesmo no facebook?

A ideia de ter um blog há muito pairava na minha cabeça, porém nunca me tinha dedicado à ideia com pés e cabeça. Até que com a mudança de ano (2013/2014) decidi fazer uma retrospectiva daquilo que me faltava para estar completamente completa (desculpa a redundância) e assim decidi começar o blog. O tema só podia ser algo directamente relacionado comigo por isso uni a moda e a cosmética ao facto de andar de cadeira de rodas. A página do facebook surgiu na mesma altura que o blog de forma a estar mais perto das pessoas e de divulgar mais facilmente o meu blog.


Como descreves o teu cantinho?
O meu blog tem como principal característica abordar os temas de um beauty/fashion blog mas integrado no tema da inclusão de todas as pessoas. Particularmente pessoas em cadeira de rodas ou mobilidade reduzida.


Pelo que me apercebi está no mundo da blogosfera há pouco tempo...como tem sido esta experiência?
Até agora estou a adorar a experiência e tem sido muito boa. Tenho sido bastante acarinhada e apoiada por parte de toda a gente incluindo outras bloguers. O federava das minhas leitoras também é bastante positivo bem como a evolução que tenho tido nestes 3 meses de blog.




Quais os teus principais objectivos ao avançares com este projeto?

O meu principal objectivo é conseguir abrir a mentalidade de muitas pessoas sobre o tema moda inclusa, é um tema ainda muito pouco abordado em Portugal e gostava de abrir caminhos para que fosse mais e mais abordado e para além de abordado gostava que fosse um tema que não causasse qualquer tipo de estranheza nas pessoas a quando da abordagem.


Sempre foste uma apaixonada pelo mundo da moda, da beleza? Como nasceu essa paixão?

Sim sempre gostei muito de cosmética e beleza, a paixão pela moda nasceu com a paixão por mim própria. Quando comecei de facto a descobrir quem eu era, os meus objectivos e propósitos na vida surgiu também o meu gosto por querer vestir-me bem, andar em cima das tendências e assim foi surgindo aos poucos este gosto. Porém de cosmética e beleza desde pequena que sempre adorava brincar com maquilhagem e fazer trinta por uma linha às bonecas e mais tarde com os meus 13/14 anos treinar na minha prima as minhas técnicas. Que na verdade ainda não passava de uma brincadeira.


Através de ti fiquei também a conhecer outros exemplos de garra e determinação, modelos que superaram obstáculos e conquistaram os seus sonhos. Agradeço te por isso. É também este é o teu intuito? E ja agora quais os teus sonhos?

Ser um exemplo acarreta muitas responsabilidades, mas sei que muitas pessoas se identificam ou acarinham a minha história de vida e me vêm como um exemplo e isso é sem dúvida gratificante, perante a exposição que estou a dar à minha vida. Superar obstáculos desde que nasci que os supero por isso essa meta está mais do que alcançada. Não sou modelo nem pretendo ser, já fiz algumas fotografias profissionais e senti-me muito bem, mas tenho muito mais vocação para a comunicação, mostrar as pessoas o que tem de ser mostrado, se for preciso choca-las com a verdade para que abram os olhos. Não me tens de agradecer por nada pois esse é mesmo o meu propósito, mostrar pessoas capazes que muitas vezes estão camufladas. Em relação aos meus sonhos, enquadrando nesta pergunta, é mesmo ter a capacidade de continuar com o meu projecto, que tenha bastante visibilidade para que me torne alguém com capacidade de alertar muitas mais pessoas para esta temática. O meu sonho é a quantas mais pessoas conseguir chegar melhor e que o meu nome for recordado como "a rapariga que começou com um blogue a alertar pessoas para a temática da moda inclusa", pois sou pioneira em Portugal neste tema.



Na minha opinião Portugal é um país ainda muito atrasado e preconceituoso, com mentalidades muito mesquinhas. Concordas?

Infelizmente concordo. Acho que já se vão quebrando muitas barreiras, mas são mais as barreiras que são quebradas "por favor" ou "porque fica bem" do que realmente são quebradas dentro das pessoas. Infelizmente ainda somos um pais que conta os centímetros a menos que as modelos têm de altura ou os centímetros a mais que têm de "gordura". O diferente começa a ser apelativo mas ainda não o suficiente para se apostar nele.


Dá para sentir que tens uma familia e amigos fantasticos.Sao eles os teus principais suportes?
Sem dúvida, a minha família é o meu suporte de todas as horas, para o bom e para o mau e os meus amigos, costuma-se dizer que são a família que nós escolhemos e eu não podia ter escolhido melhor família, pois todos os meus amigos apoiam-me bastante em todos os meus projectos.


Em termos de acessibilidades para pessoas com problemas motores achas que ainda há muito a fazer em Portugal?

Esse seria um tema que sem dúvida dava para outro blog e não acabava o assunto, Portugal não está preparado para pessoas com dificuldades. Mas não estou a falar só de pessoas em cadeira de rodas, neste caso eu falo que não está preparado para cegos, nem para surdos, nem para pessoas com dificuldade de locomoção. É absolutamente uma vergonha ver que somos um pais tão atrasado em relação a este assunto, sendo que não somos um pais do terceiro mundo. Há dificuldade nas ruas, há dificuldade em aceder a edifícios públicos, há dificuldade nos transportes e podia ficar aqui muito mais tempo a descrever os sítios onde há dificuldades. É necessário URGENTEMENTE abrir os olhos à problemática em todo o país.


Nunca te deixaste vencer pela doença, o que eu muito admiro. É a tua força interior que vem ao de cima?
A minha força interior tem um nome, chama-se Maria Helena, que é a minha mãe. É nela que todos os dias procuro força para o meu dia-a-dia. Além dessa força, tenho uma extra que tem nascido em mim com todo o apoio que tenho recebido, federação positivo, pessoas a pedirem-me para continuar com o blog e claro a força da minha vontade em chegar aos meus objectivos.


Alguma vez te sentiste discriminada?
Muitas vezes. Mas não posso guardar mágoas dessas vezes, pois é por todas as vezes que fui posta de lado, recebi uma resposta de desdém ou simplesmente fui mal tratada que eu luto para que não aconteça igual, para que olhem para mim de igual para igual. Mas essa luta agora com o blog tornou-se uma luta colectiva, já não luto só por mim, Filipa, mas luto sim por todos os que estão comigo directa ou indirectamente.




Recentemente estiveste no Moda Lisboa, um sonho que cumpriste. Qual a sensação? E o que poderemos esperar em breve por parte da Filipa?

Ir à ModaLisboa tornou-se ainda mais aliciante pois tudo o que consegui foi por mim própria, ninguém me convidou, ninguém veio ter comigo, eu sim fui atrás deles e quis-me mostrar ao fashion world e não podia ter corrido melhor. Fui muito bem recebida, todas as pessoas com quem falei foram carinhosas e ficaram curiosas com o projecto do meu blog e foi a sensação de dever cumprido. A próxima etapa é continuar a participar nestes eventos mas ser igualmente reconhecida como qualquer pessoa que é convidada a estar presente, gostaria de ser figura assídua neste meio e poder levar a minha palavra e o meu blog a mais e mais pessoas deste meio, pois muitas delas têm vontade de mudar as mensalidades mas não sabem por onde começar.


Como te definirias enquanto pessoa?

Apesar de tudo sou uma rapariga banal mas que ganhou algumas características bem vincadas devido a tudo o que já passei na vida. Sou alegre e tenho sempre um sorriso no rosto, bastante lutadora das minhas causas, forte, por vezes digo que tenho um gênero de campo de forças à minha volta muito difícil de penetrar porque não me dou a muita gente mas a partir do momento que ganho confiança com as pessoas esse campo desaparece e fico com uma sensibilidade fora do vulgar para com os meus amigos.


Eu confesso que nao me revejo nesta sociedade nem nunca vou encaixar nela. Sou uma revoltada por natureza e tenho o meu próprio mundo onde só entra quem faz por o merecer. Também és assim?

Não sou revoltada mas existem coisas que me revoltam, coisas que não concordo e que faço para mudá-las. Nem sempre consigo usá-las e nesse caso surge um pouco de desanimo, as vezes revolta quando as coisas são mais graves. Mas não sou revoltada com o mundo, sempre aprendi a digerir bem as coisas a agradecer pelo que me foi dado e de certa forma a não ter mais do que aquilo que posso. Quanto ao entrar no meu mundo só quem merece, neste momento emudecido a tantas desilusões que já fui vítima regulo-me exactamente por essa máxima. Na minha vida só está quem merece e por merecer basta que seja quem me compreende, ajuda e apoia. Pequenos gestos são os que contam mais.


O que cativa mais a atenção num blog?

Para mim o que mais me cativa num blog é a facilidade de comunicação, a facilidade em ler os textos, com as características bem elencadas mas tudo bem escrito e simples. Que o tema seja algo refrescante e não um tema muito comentado, pois se for um tema muito comentado acabamos por cair na tentação de fazer comparações e não há essa necessidade. Um blog que me chama à atenção é aquele que aborda temas que me suscitam interesse de forma directa e original. Qualquer blog com um tema pouco falado neste momento cria em mim interesse pois tal como o meu é um blog com uma temática mais específica.


Quais os temas que mais gostas de ver abordados?
Eu gosto muito de ler blogs. Passo grande parte dos meus dias a ler para aprender, blogs de conselhos de moda, blogs com reviews de produtos mas com uma boa explicação e base de referência para a review, blogs de maquilhagem, pesquisa sobre tendências do momento, imagens que me inspiram.


Tens alguns blogs entre as tuas preferencias? E porque?
Tenho aqueles blogs que inevitavelmente passo lá pelo menos uma vez por dia para ler as novidades pois são aqueles que não falham no que falam e em que a linguagem usada é completamente clara e que ainda caso haja alguma dúvida temos o a vontade para falar com a autora e expor-lhe as dúvidas. O "Devil Wears Louboutin" da Helena Coelho é dos meus blogs favoritos, os vídeos da Camila Coelho, o blog da Maria Garcia Pita o "Fashion Crack e o "Mexiquer" da Ana Sofia Reis são os blogs femininos que mais sigo, para estar atenta ao público masculino sigo muito o blog do Bernardo de Carvalho o "Gravata sem Regras", o blog do Pedro Crispim "The Fashion Adviser" e para estar atenta a um pouco de tudo gosto de seguir o "Petisco" da Julia Petit e o blog do Claudio Ramos o "Eu Claudio"


O mundo da blogosfera chega a ser um pouco cruel, por vezes, dada a inveja de certas pessoas. Falo por experiência propria. Já te deparaste com situações destas? Encontras algum motivo para isso?

Ainda não me deparei com nenhuma situação dessas, todas as pessoas que tenho abordado são todas super simpáticas comigo bem como as pessoas que me abordam a mim. Espero nunca a vir sentir na pele essas desavenças pois não faz parte do meu feitio.


Qual o lema da tua vida?
O lema da minha vida é viver um dia de casa fez com um sorriso no rosto e lutando sempre.


Quais os cuidados diários que nunca dispensas?

Os meus cuidados de pele são essenciais diariamente, bem como a medicação e tratamentos que necessito fazer. Os tratamentos são essencialmente porque passo grande parte do dia sentada e as minhas pernas chegam ao final do dia muito doidas e a necessitar de muita drenagem linfática e massagens.


Sei que gostarias muito de ter parcerias com marcas que têm produtos que necessitas. Queres deixar aqui alguns exemplos das mesmas?
Qualquer parceria é bem-vinda a meu ver, mas claro que há marcas com as quais adorava trabalhar a nível de maquilhagem como a "Revlon" que tem produtos extraordinários, ou uma marca/designers interessados em fazer uma parceria com roupa adaptada a necessidades mais para pessoas com mobilidade reduzida e depois claro que tenho aqueles produtos que gasto com muita regularidade, como o caso de produtos para massagens nas pernas refrescantes, produtos para drenagem linfática, que também necessito sempre muito, esse tipo de produtos são caros, não são comparticipáveis e são muito importantes para o meu bem estar por isso claro que um marca que os patrocinasse seria de louvar. Bem como alguns tratamentos que tenho de fazer mensais em clínicas para reduzir mesmo a pressão linfática nas pernas, e muitas vezes não consigo cumprir esse plano pois são tratamentos de custo muito elevado. Mas como eu digo, tudo o que vier é bem-vindo e de louvar, e o que não se consegue hoje por não haver meios, conseguimos amanhã e com um maior sorriso e determinação no rosto.


Uma mensagem para as seguidoras do meu cantinho....
Acho que o importante a reter é que devemos sempre lutar por aquilo em que acreditamos, quer eu, quer a Susana somos pessoas lutadoras. Por isso devem tirar essa mensagem de toda esta conversa amigável que eu e a Susana tivemos. O importante é nunca desistir, mesmo naqueles dias em que a força falha devemos de nos agarrar ao sorriso daquele que está ao nosso lado, ou até mesmo ao nosso e conseguir. Só assim atingimos um estado de brilho e satisfação interior. Desejo a todas as tuas seguidoras bem como a ti Susana, desde ja agradeço por tudo, que grulhem muito e sorriam sempre, sem nunca desistir dos vossos objectivos.

Filipa Ferreira

It's time to make you shine 

Blog - http://itstimetomakeyoushine.blogspot.pt/

YouTube
http://www.youtube.com/user/FilipaAlexandra14/videos

Instagram: http://instagram.com/mileumsorrisos

Tumblr: http://mileumsorrisos.tumblr.com/

Twitter: https://twitter.com/Mileumsorrisos


"Lute com determinação, abrace a vida com paixão, perca com classe e vença com ousadia, porque o mundo pertence a quem se atreve e a vida é muito para ser insignificante"

Charles Chaplin

Comentários

  1. Adorei a ideia e a entrevista :) força, continua!

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  2. muito obrigada querida pela força e apoio :-) beijinhos *****

    ResponderEliminar
  3. Adorei Susana, obrigada mais uma vez por esta oportunidade em expôr o meu trabalho.
    Pessoas como tu existem muito poucas no mundo, sou grata por me ter cruzado contigo na minha vida <3
    Beijinhos minha estrelinha brilhante *

    ResponderEliminar
  4. Minha querida nao tens que agradecer...eu é que agradeço pelo dia em que os nossos caminhos se cruzaram porque mesmo de longe dás me muita força entendes? és uma grande mulher e sinto um enorme orgulho por te ter conhecido...era o minimo que eu poderia fazer...dar a conhecer o teu trabalho, os teus sonhos, a tua luta :-) muitos beijos minha linda e continua a brilhar como só tu o sabes fazer :-) beijinhos enormes

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Marcas portuguesas de roupa, acessórios, calçado e lingerie

Porque o que é Nacional é bom (este sempre foi um dos meus lemas, lutar e diovulgar aquilo que de melhor se faz no nosso país) andei a fazer uma pesquisa intensiva na internet e deparei me com todas estas marcas portuguesas, na sua maioria expandidas além-fronteiras. Grande parte já conhecia mas outras não e fiquei admirada pela qualidade e beleza das suas coleções. Claro que existem muitas mais mas o post já estava a ficar muito extenso e então selecionei apenas estas! Afinal nós somos muito bons no que fazemos...temos é deixar de lado aquela mentalidade de "coitadinhos" e arriscar, seguir em frente, sem nunca olhar para trás. Estas marcas são a prova disso mesmo. Resultaram do arrojo de pessoas como nós que tinham um sonho e lutaram por ele. Hoje são um caso de sucesso. Uma vénia e aplausos para todos os seus responsáveis. 
No topo das minhas preferências está a One, Lanidor, Salsa, Tiffosi, Parfois...fiquei surpreendida e completamente rendida à Sonne Butti, Scripta, Ria…

Feira de Artesanato de Vila do Conde 2016

Passatempo "Mini palete da Sephora"