domingo, 29 de outubro de 2017

Pé de Chumbo - um desfiar de elegância e subtileza





Uma marca de roupa feminina da minha terra natal (Guimarães) que me deixou totalmente fascinada quando assisti, no Portugal Fashion, ao desfile da nova colecção Primavera/Verão 2018. Falo da Pe de Chumbo, da conceituada estilista Alexandra Oliveira, que se destaca pela subtileza com que trabalha matérias primas delicadas, sofisticadas, como se estivesse a desenvolver uma peça artesanal única e deslumbrante. Um entrelaçar de fios, cores e brilhos sao a imagem de marca que retive, capaz de realçar a beleza e elegância de cada mulher. Acho os modelos fantásticos num estilo inovador.


Tecidos leves, fluidos, com as tao afamadas e arrojadas transparências cativam o olhar entre cores sóbrias e outras mais vibrantes. O conforto nao foi esquecido, a par da irreverencia em vestidos que marcam a figura feminina e parecem flutuar como uma pena. Um desfiar de imagens que vou partilhar convosco (retiradas do site da Vogue Portugal) falam por si. Deliciem se.



























Um pouco da historia desta marca vimaranense espalhada pelos cinco continentes (retirada do site oficial do Portugal Fashion)





[A Pé de Chumbo é uma marca de autor criada pela designer Alexandra Oliveira logo após a sua formação e cujo significado se atribui a um nickname da sua adolescência. Situada em Guimarães, a Pé de Chumbo elabora coleções para senhora há alguns anos. A matriz distintiva é o desenvolvimento dos tecidos que utiliza nas suas criações, num processo que junta conceitos artesanais com a pesquisa de novas soluções de aplicação.






Desde 2007 que participa em feiras de moda internacionais quando fez a sua estreia na SIMM, Madrid. Seguiu-se Paris na WHO'S NEXT, onde continua a expor, angariando novos clientes e mantendo outros desde essa data. Surgem outras feiras, noutros mercados: CPD em Düsseldorf; MIPAP em Milão; SCOOP e PURE LONDON em Londres; COTERIE e EDIT em Nova Iorque; TOKYO FASHION em Tóquio; TRANOI em Paris. Analisadas estas experiências, surge a seleção das exposições mais indicadas para o seu segmento de mercado e conceito da marca: TRANOI e WHO'S NEXT em Paris e a EDIT em Nova Iorque.






Em Itália, após a primeira apresentação em Milão, foi convidada a integrar o grupo de marcas presentes no ELISA GAITO, um dos showrooms mais conceituados daquele país e presente na semana de moda de Milão. A Pé de Chumbo mantém a sua presença neste conceituado certame há quatro estações, melhorando sempre os resultados e fidelizando clientes.






Ao lado de grandes marcas e costureiros, a Pé de Chumbo está atualmente presente em mais de 100 lojas, dispersas por vinte e cinco países nos cinco continentes. Itália e EUA são as nações onde a marca possui mais pontos de venda e a Turquia é o seu maior cliente]

terça-feira, 24 de outubro de 2017

E se as tuas preocupações fossem como uma mão cheia de sal?

Porque para todos os problemas há sempre uma solução e o segredo é não desesperar mas sim agir, com fé e esperança, vou partilhar convosco uma história inspiradora, que já me ajudou imensas vezes:





Um dia, o Mestre ao ver que o seu jovem aprendiz se encontrava num estado de profunda tristeza, pediu-lhe que que colocasse uma mão cheia de sal num copo com água e a bebesse.
-Como te sabe? – Perguntou o Mestre.
-Muito mal! – Disse o aprendiz.
O Mestre sorriu e pediu ao jovem que agarrasse agora as duas mãos cheias de sal e levou-o para perto de um lago.
Os dois caminharam em silêncio, e que ando chegaram, disse ao aprendiz para atirar o sal para o lago. Então, o velho Mestre disse:
-Bebe um pouco dessa água’.
Enquanto a água escorria pelo queixo do jovem, o Mestre perguntou:
-Como te sabe?
-Muito bem! – Disse o aprendiz.
-Sentes o gosto do sal? – Perguntou o Mestre.
-Não!- disse o jovem.
O Mestre sentou-se ao lado do seu jovem aprendiz, agarrou a sua mão com força e disse:
-A dor na vida de uma pessoa não muda. Mas o sabor da dor depende de onde a colocamos. Quando sentires dor, a única coisa que deves fazer é aumentar o sentido de tudo aquilo que está à tua volta: Dá mais valor ao que tens do que ao que perdeste.
Por outras palavras: Deixa de ser um copo e torna-te um Lago!



sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Suspiros...



No silêncio da noite

a alma fica em paz

os olhos se fecham

cansados do tanto faz.


O pensamento viaja

sem destino traçado

tudo surge ao acaso

nada está marcado.


Sentada no jardim

aprecio o intenso luar

peço a luz divina

força para lutar


Nesta selva diária

o silêncio é letal

mas a única solução

para lidar com o mal


Todos se comem vivos

arrotando santidade

são seres moribundos

veneram a vaidade


Na pele de um cordeiro

disfarçam a sua verdade

mostram o que não são

descobre se a falsidade


Há os justos e corretos

que ainda estendem a mão

esses temos de conservar

com a força do coração


Susana Cardoso

20 de outubro de 2016

BIC com #hashtags

A marca de isqueiros mais icónica do mundo acaba de lançar a coleção #HASHTAG, composta por oito modelos originais e coloridos.


A nova coleção da BIC® dispõe de vários hashtags diferentes, tais como #temdono; #tiraamão; #éparadevolver; #nãomexe; #usaoteu; #compraum; #nãoempresto e #esteémeu, para partilhar nas redes sociais e no Facebook oficial da marca, O Meu Isqueiro BIC.
Segundo a BIC®, quase 80% dos seus consumidores compra um isqueiro porque perdeu ou alguém o levou “por engano”. A quem nunca aconteceu? Com a linguagem universal a assumir-se cada vez mais digital, a marca desenvolveu uma linha exclusiva de isqueiros com hashtags especialmente concebidos para começar a “pôr no lugar” os amigos “distraídos” que levam o seu isqueiro “sem querer” em cada encontro para café ou copo.

Chuva de meteoros para ver amanhã


Este sábado terá lugar o período de atividade máximo e mais alargado da chuva de meteoros Oriónidas.
De acordo com o Observatório Astronómico de Lisboa, esta chuva de meteoros é resultado de detritos deixados pelo cometa Halley, o qual passou pela última vez na Terra em 1986. Aproveite então a noite de sábado para se afastar da cidade, fazer um pequeno retiro e, assim, admirar todo este espetáculo. Uma óptima sugestão para relaxar. Caso não lhe seja possível tem até dia 7 de novembro para observar este fenómeno.  

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Como se livrar das más energias

Seja qual for a nossa religião, crença, ideologias, ninguém pode ficar indiferente ao facto de o universo estar envolto em energias, canalizadas por vários meios, e nós próprios, como habitantes do planeta Terra, absorvemos, de forma mais ou menos intensa, tudo aquilo que é emanado por alguém ou por determinado espaço. Um dos segredos para tentarmos bloquear esses fluxos energéticos passa por pensar positivo, meditar, orar, chamar o nosso anjo da guarda..uma mente forte muito dificilmente se deixa abalar.


Qualquer um de nós já deve ter sentido uma forte dor de cabeça momentânea, um mal estar repentino, uma sensação inexplicável de querer "fugir" de certo lugar, um aperto no peito...estes são sinais enviados pelo nosso corpo como uma espécie de alerta que são mais profundos para os chamados seres "sensitivos". Estes são como uma esponja que por onde passam absorvem tudo e, depois, é necessário fazer uma limpeza espiritual porque, caso contrários, os sintomas permanecem e podem tornar-se mais complexos. 

Isto sem esquecer os chamados "vampiros", aqueles que forma consciente ou inconsciente, sugam-nos a nossa energia. Quando estamos frente a frente com essas pessoas ficamos de tal forma em baixo que parece que estamos noutra dimensão, quase como a flutuar no tempo e espaço. Um conselho que posso já deixar quando vocês estiverem nesta situação é cruzar firmemente os braços junto ao peito, fechando, assim, um dos chakras mais sagrados e impedindo a entrada de más energias no nosso corpo. 


E para neutralizar isso e muito mais deixo aqui algumas ficas preciosas:

Limpeza do espaço físico
-  Um dos primeiros passos passa pela limpeza física do ambientes. Doar o que estiver em bom estado. Jogar fora o que não serve mais. Abrir as janelas areja o local. Luz solar e ar puro são aliados nessa higiene espiritual. Isso vale para nossa casa e ambiente de trabalho. Aproveite para rezar uma Ave Maria, um Pai Nosso ou os salmos 54 ou 96 enquanto faz a limpeza. Você pode fazer as limpezas diariamente.

Limpeza com arruda 
- Passe no seu corpo um ramo pequeno de arruda. Faça movimentos leves, passe a planta pela cabeça, testa, peito e na região do estômago. A limpeza dura 10 minutos. No final, coloque o ramo no lixo.

Limpeza com sal grosso
- É uma técnica de imersão. Dissolva 2 ou 3 colheres de sal grosso num litro de água mineral, sente-se num local confortável e mergulhe seus pés. Feche os olhos, respire fundo, eleve seus pensamentos e sentimentos. Fique assim por 15 minutos. Deite a água com sal na sanita. Também pode limpar qualquer divisão da casa com essa mistura. Faça essa limpeza uma vez por mês.

Limpeza com anil
- Pode ser usado anil em pedra, pó ou líquido. Coloque uma colher de sopa para cada dois litros de água. Molhe um pano com essa mistura e passe no chão, janela, azulejos, gavetas, batentes de portas. Faça a limpeza com anil uma vez por mês.

Limpeza com respiração
- Respiração profunda remove as más energias espirituais. Sente-se ou deite-se confortavelmente, respire calma e profundamente por vinte vezes. A expiração deve ter o mesmo tempo da inspiração. Caso sinta tonturas, reduza a intensidade da respiração. Mas, não há motivo para pânico. É a super oxigenação do sangue e do cérebro a funcionar.

Outras dicas de limpeza espiritual

- Água benta: Borrife diariamente em casa ou no trabalho.
- Incensos: Os de arruda, cânfora, sete ervas e sal grosso são os melhores. Podem ser usados diariamente.
- Alfazema: Essência ou perfume. Coloque um pouco de alfazema e água benta num borrifador. Utilize todos os dias.
- Defumação: Higiene espiritual mais potente. A defumação deve ser feita uma vez por semana.  Utilize defumadores triangulares, facilmente encontrados em produtos religiosos. 

Para afastar energia negativa no trabalho

Deixe na sua mesa flores amarelas ou vermelhas para atrair a energia da riqueza.
Coloque uma foto sua com a pessoa amada no canto superior direito da mesa. Um par de anjos ou gatos também chama harmonia.
Tenha um pequeno espelho em sua mesa. Coloque-o na direção do sugador de energia.
Ande com um patuá com pingente de pimenta, olho grego, o cristal do seu signo, uma turmalina negra e um trevo de quatro folhas. Amarre tudo com uma fita amarela e uma vermelha.
Se possível, tenha vaso de alecrim, arruda e pimenta no ambiente de trabalho. Espada de São Jorge e comigo-ninguém-pode também são plantas boas para afastar energia negativa

Morar ou trabalhar em lugares com energia negativa é um atraso na nossa vida. Não conseguimos fazer nada, uma força puxa-nos para baixo. A vida profissional fica estagnada. A pessoa ou não consegue emprego, ou vive uma rotina stressada na empresa. Sem contar com os conflitos que são constantes. Quando estamos fragilizados, os sugadores de energia encontram o que precisam para se alimentarem.

Água benta, incenso, sal grosso e plantas. Tudo isso são elementos conhecidos por quem estuda a influência dos maus espíritos. Porém, todas as dicas que acima referi somente fazem efeito se você estiver em comunhão com Deus. Ore sempre.

Vigie seus pensamentos, mantenha sua casa ou ambiente de trabalho limpo e organizado, faça limpezas espirituais e ore. Dessa forma, as energias serão sempre positivas.

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Portugal não está a arder, está a ser queimado!

Esta frase que alguém escreveu no facebook traduz tudo aquilo que me vai na alma perante o inferno de chamas que deflagra no nosso país desde ontem. "Portugal não está a arder, está a ser queimado"! Concordo plenamente porque só a mão criminosa de monstros que lucram com toda esta tragédia é capaz de ativar mais de 500 focos de incêndio por todos os distritos, à excepção de Beja e Faro, os únicos que escaparam a este inferno. Só peço que as autoridades investiguem a fundo, tenham mão pesada sobre os criminosos. Mudem a legislação. Façam-nos pagar bem caro por todo o mal que provocaram e vão continuar a provocar caso nada seja feito. E também não nos podemos esquecer das alterações climatéricas. Agora já não temos quatro estações. Ou está muito frio, ou está muito calor. Já não há fases intermédias para nos adaptarmos. Temos de acompanhar esta evolução, para muito pior como é óbvio. E prevenir. Sempre!




Perante tudo o que li, tudo o que ouvi só me apraz dizer que a culpa não é deste ou daquele governante mas sim de todos os que por lá passaram. Não são as demissões que vão trazer soluções. O problema da reflorestação já se arrasta há décadas. Lembro-me de haver guardas florestais a vigiarem no terreno, de ver as matas limpas...e agora? Acabaram-se com estes focos de vigia, o mato acumula-se por todo o lado, a maioria das pessoas são negligentes e inconscientes porque não cuidam dos seus terrenos (tenho um vizinho que no sábado passado estava a fazer uma queimada ao lado de minha casa) e em tempo de seca extrema só poderia dar nestes resultados.
É muito triste, desolador, assistir a estas tragédias. Gente que ficou sem nada. Vidas que se perderam. Desde 2000 que já morreram mais de duas centenas de pessoas em incêndios. Isto dá que pensar e reforça o que venho a dizer: este problema não é de agora, vai arrastando-se pelo tempo e há que tomar medidas a vários níveis, sobretudo no que toca a penas pesadas para os monstros que ateiam fogos, sem nunca esquecer a prevenção, consciencialização das pessoas e muitos mais meios no terreno.



Ontem estiveram mais de sete mil operacionais no meio das chamas num país com quase todos os distritos em alerta vermelho. Os soldados da paz fazem o possível e o impossível com os escassos meios que têm ao seu dispor. "Vida por vida". Este é o seu lema. São os verdadeiros heróis a quem eu faço uma grande vénia. Mas não se lembrem deles apenas nestas alturas. Devemos ajudá-los durante todo o ano. Fazendo, assim, a nossa parte. Começando, quem sabe, por nos tornarmos sócios das corporações das nossas terras. As grandes superfícies podem distribuir pelos quartéis bens essenciais para acautelar estes momentos. Hoje por eles, amanhã por nós.
A terminar deixo o meu abraço fraterno a quem passou por este inferno e muita luz para todos os que partiram!


AQVA, dermacosméticos com água termal portuguesa

Tal como acontece com outras instâncias termais internacionais - de que são exemplo a Avene, Vichy, La Roche Posay e a Uriage - também as T...