segunda-feira, 23 de junho de 2014

Escrever e ler - bálsamos para a alma


A profissão que escolhi não foi por acaso porque desde miúda sempre adorei escrer, aliás, até tinha uma espécie de diário (que se perdeu numa das mudanças de casa) onde escrevia algumas situações mais marcantes da minha infância e adolescência. Também me lembro de ter um caderno onde escrevia os meus poemas e que, infelizmente, não sei o paradeiro dele mas ainda me recordo de alguns e, um dia, quando menos esperar, devo encontra-lo aqui por casa. Além disso já publiquei dois livros e tenho um terceiro já bastante adiantado, totalmente diferente dos anteriores, onde me vou revelando através de artigos de opinião, crónicas, pensamentos, poemas e afins....aos poucos e quando surge a inspiração lá vou acrescentando mais uns textos e, depois, tenho o sonho de o ver publicado.

Também a literarura faz parte da minha essência, aliás escrever e ler são para mim como um bálsamo para alma, uma forma de me libertar e de dizer tudo aquilo que está cá dentro. Começei pelos famosos livros da Disney, Mónica, Mafalda e da Anita. Ainda os tenho todos guardados, em especial, estes ultimos, oferecidos pelos meus pais sempre que íamos ao hipermercado...ainda não contei a coleção mas devo ter uns 40 exemplares! Depois começou a leitura mais intensa, por força da escola, e um dos livros que mais me marcou foi "O Mundo de Sofia", pela sua capacidade de me elevar no pensamento, refletir sobre determinados aspetos da vida...logo a seguir "1984", um livro fantástico, cada vez mais atual na sociedade que vivemos e que me absorveu do princípio ao fim.

Curioso é que embora seja uma pessoa romântica não gosto de romances fictícios....adoro histórias verdadeiras passadas para o papel, casos de vida que realmente aconteceram, quer sejam relacionados com episódios da história ou de figuras incontornáveis do mundo.....e apaixonada por história adoro a Egiptologia....já perdi a conta a tantos livros que tenho relacionados com o Egipto, com a sua história, modo de vida, o prazer pelo belo, as ideias inovadoras para aquele tempo...fascinou-me o "Assassinato de Tutankanmon", uma obra-prima de um grande arqueólogo que nos revela como foi assassinado o mais jovem faraó da história egipcía.

Um autor que eu amo de paixão é o Paulo Coelho - tenho todos os seus livros - que me cativa pela profundidade da sua escrita, pela sua capacidade nos fazer acreditar em nós próprios, sabendo que o nosso maior tesouro está dentro de nós: o nosso coração! Este autor brasileiro tem essa capacidade de me fazer sonhar acordada, de me rever em determinadas passagens dos seus livros, e toda a espiritualidade envolvente abraça-me a cada páragrafo, a cada página desfolhada. Gosto de todos os livros e não consigo nomear um de eleição. Para mim são todos excelentes!

Dan Brown também gosto e ainda mais gostei dos filmes adaptados dos seus livros...simplesmente mágicos que me prenderem ao ecran vezes sem fim...e mais recentemente um livro que me ficou na retina foi "Por amor a Che", uma história comovente de uma das minhas principais fontes de inspiração na vida. A escrita de Osho é outra das que me cativa do princípio ao fim, tal como os pensamentos de Dalai Lama. As minhas estantes estão cheias destas obras que vou adquirindo conforme posso e para mim são verdadeiras relíquias! Afinal ler é uma das sensações mais agradáveis do mundo...gostava era de ter mais tempo para o fazer mas sempre que posso lá coloco a leitura em dia e estou sempre a par de todas as novidades no mercado!


Sem comentários:

Enviar um comentário

AQVA, dermacosméticos com água termal portuguesa

Tal como acontece com outras instâncias termais internacionais - de que são exemplo a Avene, Vichy, La Roche Posay e a Uriage - também as T...