domingo, 25 de maio de 2014

Votar é um dever cívico



Desde os meus 18 anos nunca falhei a nenhum ato eleitoral mas confesso que ontem tinha dito para mim mesma que hoje não iria às urnas porque estou tão farta mas tão farta deste Governo que as eleições europeias não despertavam em mim qualquer interesse. "Vou lá fazer o quê afinal? Votar em eurodeputados? Eu queria é que este Governo caisse que nem dominós!". Depois, dormi sobre o assunto, pensei melhor e quando acordei disse para o meu marido: Vamos votar? E, ele prontamente disse que sim! E lá fomos exercer o nosso dever cívico mesmo estando eu a trabalhar consigo arranjar uns minutinhos para colocar a cruz no boletim de voto. No final senti-me de consciência tranquila porque por mais que muito digam que votar não vale de nada, ainda por cima sendo eleições europeias, esta é a nossa única forma de luta e de mostrar aos atuais desgovernantes o quanto estamos descontentes e revoltados com as suas políticas que oprimem cada vez os pobres e só fazem enriquecer o bolso dos ricos.
E, mesmo que não saibam em quem votar, votem em branco...também é uma forma de protesto....mas votem! Depois não venham reclamar porque se quem está no poleiro na atualidade foi porque muitos votaram neles...felizmente não estou nesse grupo mas sofro na mesma todas as consequências deste desgoverno que já mais ninguém aguenta. Pena que ainda tenhamos que levar com eles durante mais de um ano mas em Outubro de 2015 lá estarei eu de novo nas urnas a votar em consciência para tirar estes parasitas. Ok...podem vir outros...mas acho que piores do que estes nunca serão...estes são maus por demais...o país está mesmo no completo abismo e não vejo soluções à vista...já não se aguenta mas temos de levar com eles como diz o outro!

2 comentários:

  1. «por mais que muito digam que votar não vale de nada, ainda por cima sendo eleições europeias, esta é a nossa única forma de luta e de mostrar aos atuais desgovernantes o quanto estamos descontentes e revoltados com as suas políticas que oprimem cada vez os pobres e só fazem enriquecer o bolso dos ricos». Concordo inteiramente! As pessoas não podem exigir mudança se ficam em casa quando lhes é dada a oportunidade de se expressarem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é isso mesmo querida...fico feliz por mais pessoas pensarem como eu :-) para haver mudança temos de exercer esse direito que foi conquistado com muito sacrificio pelos nossos antepassados...é a nossa unica arma para usar, por isso, temos de a por em pratica!!!!!

      Eliminar

AQVA, dermacosméticos com água termal portuguesa

Tal como acontece com outras instâncias termais internacionais - de que são exemplo a Avene, Vichy, La Roche Posay e a Uriage - também as T...