Avançar para o conteúdo principal

O meu In and Out na nova estação

Não sou muito de seguir as novas tendências apenas por seguir, tenho o meu próprio estilo, do qual não consigo abdicar, e acho que, no fundo, a moda é feita por cada uma de nós. Somos diferentes, há cores que não nos favorecem tanto, há corpos aos quais uma determinada peça não se ajusta, há certas roupas que simplesmente não encaixam na nossa maneira de ser...é uma panóplia de factores a ter em conta na hora de escolher aquilo que mais se adequa ao nosso estilo. Não sou daquelas pessoas que por estar na moda determinada peça ou acessório vai logo a correr comprar só para dizer que está fashion. Podemos ser chiques e glamourosas sem muito esforço...o essencial é que cada uma de nós se sinta confortável com o que está a vestir em determinado momento.

Mas e voltando às tendências da nova estação decidi contar-vos o que gosto e não gosto...ou seja o meu In and Out...mas claro que gostos não se discutem :-)

O que mais gosto:

- As cores todas: laranja, vermelho, amarelo, verde e azul.
- Padrões florais e étnicos em todas as peças de roupa. Acho que tem muito a ver com as minhas raízes africanas. Detesto andar com tons escuros. Gosto de cores alegres, vibrantes, que transmitam boas energias e esta combinação da época é mesmo a minha cara!
- Transparências. Dão sempre um toque de charme, subtileza, quer seja em vestidos, camisas ou túnicas
- O animal print. Sou fã mesmo. E tenho várias peças. Fico contente por estar em voga.
- Cortes assimétricos gosto muito...tornam a peça de roupa completamente diferente e original.
- Cintura baixa nas calças. Não consigo utilizá-las de outra forma.
- A organza é o tecido da estação, sem esquecer a seda, o que em vestidos dá-lhes simplesmente um toque fenomenal.















O que não gosto:

- Riscas verticas, horizontais, diagonais, grossas, finas, mais inclinadas para o preto e o branco.
- A cintura alta em calças ou calções está mais em alta mas eu não gosto. Sufocam-me essas peça de roupa.
- As saias estão mais em voga do que os vestidos, o que não me agrada muito. Porque para começar não gosto de saias, então se foram daquelas plissadas, em godê ou em formato lápis é para esquecer mesmo.
- Bordados e rendas deixam-me assim na dúvida. Não é que não goste mas se for exagerado torna a peça muito pesado. Como gosto de coisas simples faz-me confusão se houver muitas aplicações à mistura.





Comentários

Mensagens populares deste blogue

Marcas portuguesas de roupa, acessórios, calçado e lingerie

Porque o que é Nacional é bom (este sempre foi um dos meus lemas, lutar e diovulgar aquilo que de melhor se faz no nosso país) andei a fazer uma pesquisa intensiva na internet e deparei me com todas estas marcas portuguesas, na sua maioria expandidas além-fronteiras. Grande parte já conhecia mas outras não e fiquei admirada pela qualidade e beleza das suas coleções. Claro que existem muitas mais mas o post já estava a ficar muito extenso e então selecionei apenas estas! Afinal nós somos muito bons no que fazemos...temos é deixar de lado aquela mentalidade de "coitadinhos" e arriscar, seguir em frente, sem nunca olhar para trás. Estas marcas são a prova disso mesmo. Resultaram do arrojo de pessoas como nós que tinham um sonho e lutaram por ele. Hoje são um caso de sucesso. Uma vénia e aplausos para todos os seus responsáveis. 
No topo das minhas preferências está a One, Lanidor, Salsa, Tiffosi, Parfois...fiquei surpreendida e completamente rendida à Sonne Butti, Scripta, Ria…

Feira de Artesanato de Vila do Conde 2016

Wonder Laces - mais um exemplo do que bem se faz em Portugal

Nasceu para dar uma nova vida às sapatilhas que temos em casa, desafiando - através de aplicações - a criatividade e o estilo pessoal de cada um, de uma forma simples e económica. Chama-se WONDER LACES e é a primeira empresa portuguesa a dar resposta a uma nova tendência de moda estilizada. A WONDER LACES tem à frente Madalena Ruão Garcez, fundadora e gestora da marca que criou em Março deste ano. A responsável explica que a ideia surgiu pelo facto de ser uma apaixonada pelo mundo da moda e que, após um estudo de mercado, descobriu que não havia, em Portugal, nenhuma marca que disponibilizasse aplicações para calçado: “Perante a nova tendência de moda com recurso a aplicações, percebemos que existia uma lacuna no mercado português, uma vez que, não existia nenhuma marca com acessórios para sapatilhas. A WONDER LACES surge com esta missão e com o intuito de dar uma nova vida, não só, às sapatilhas, mas também, ao calçado em geral, de uma forma criativa, prática e económica. Atacadores, …