Avançar para o conteúdo principal

Movimento invade redes sociais


Como este meu cantinho também tem espaço para desabafos aqui vai um muito atual:

Tudo começou com um artigo publicado no jornal "A Folha de São Paulo" através da pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa Económica Aplicada sobre a violência física contra as mulheres. 65 por cento dos homens inquiridos tiveram a "lata" de afirmar que toda a mulher que mostra o corpo merece ser atacada...e mais...a maioria também afirma que se a maioria das mulheres se soubessem comportar haveria menos estupros/violação! Entao a partir da ideia de uma blogger, Carol Melo, foi criado um movimento na rede social do facebook onde muitas mulheres postam fotografias sem roupa da cintura para cima apenas com um cartaz a tapar os seios e dizer "Eu não mereço ser estuprada"! Apoio a cem por cento esta causa e aqui fica o meu contributo...não me despi mas fica aqui para a posteridade a minha forma de revolta!
"Não ao estupro! Basta! Sim ao Respeito e Igualdade!"




Infelizmente em pleno século XXI há por aí muita mentalidade tacanha, retrógada e os predadores sexuais proliferam a um ritmo assustador. Cada vez tenho receio não pela minha geração que, de uma forma ou outra ainda se vai protegendo, embora muitos dos monstros continuem por aí à solta, mas pelos mais pequenos, pelas crianças, que, infelizmente, são também vítimas de graves abusos físicos, verbais e sexuais. Na sua maior parte perpetrados por familiares...pelos próprios pais....minha alma fica parva com tudo isto e sei que muitas mulheres e crianças sofrem em silêncio...um silêncio que doi, machuca, corrói por dentro...uma palavra de muita força e coragem para todas vocês que passaram por estas situações!!! Felizmente conheço uma amiga que passou pelo mesmo em criança e, como ela diz, a ferida cicatrizou mas ficou uma tatuagem para toda a vida...por isso já sabem se quiserem desabafar, têm aqui uma voz amiga, que garante total confidencialidade, e está aqui para vos ouvir e aconselhar-vos...gosto muito de ouvir os outros e se puder contribuir com uma palavra amiga para o lavar de muita raiva, mágoa acumulados eu estou aqui. Deixo aqui o meu email para onde podem falar comigo...não se acanhem, não tenham medo, pois o pior que podemos fazer, e falo por experiencia própria, é deixar tudo cá dentro!

Se precisarem de uma voz amiga estou aqui

susana.silva.cardoso@gmail.com


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Marcas portuguesas de roupa, acessórios, calçado e lingerie

Porque o que é Nacional é bom (este sempre foi um dos meus lemas, lutar e diovulgar aquilo que de melhor se faz no nosso país) andei a fazer uma pesquisa intensiva na internet e deparei me com todas estas marcas portuguesas, na sua maioria expandidas além-fronteiras. Grande parte já conhecia mas outras não e fiquei admirada pela qualidade e beleza das suas coleções. Claro que existem muitas mais mas o post já estava a ficar muito extenso e então selecionei apenas estas! Afinal nós somos muito bons no que fazemos...temos é deixar de lado aquela mentalidade de "coitadinhos" e arriscar, seguir em frente, sem nunca olhar para trás. Estas marcas são a prova disso mesmo. Resultaram do arrojo de pessoas como nós que tinham um sonho e lutaram por ele. Hoje são um caso de sucesso. Uma vénia e aplausos para todos os seus responsáveis. 
No topo das minhas preferências está a One, Lanidor, Salsa, Tiffosi, Parfois...fiquei surpreendida e completamente rendida à Sonne Butti, Scripta, Ria…

Feira de Artesanato de Vila do Conde 2016

Wonder Laces - mais um exemplo do que bem se faz em Portugal

Nasceu para dar uma nova vida às sapatilhas que temos em casa, desafiando - através de aplicações - a criatividade e o estilo pessoal de cada um, de uma forma simples e económica. Chama-se WONDER LACES e é a primeira empresa portuguesa a dar resposta a uma nova tendência de moda estilizada. A WONDER LACES tem à frente Madalena Ruão Garcez, fundadora e gestora da marca que criou em Março deste ano. A responsável explica que a ideia surgiu pelo facto de ser uma apaixonada pelo mundo da moda e que, após um estudo de mercado, descobriu que não havia, em Portugal, nenhuma marca que disponibilizasse aplicações para calçado: “Perante a nova tendência de moda com recurso a aplicações, percebemos que existia uma lacuna no mercado português, uma vez que, não existia nenhuma marca com acessórios para sapatilhas. A WONDER LACES surge com esta missão e com o intuito de dar uma nova vida, não só, às sapatilhas, mas também, ao calçado em geral, de uma forma criativa, prática e económica. Atacadores, …