Avançar para o conteúdo principal

Rua com eles

Aproxima-se mais um marco decisivo na democracia do nosso país! Sei que para muitos, a julgar pelas taxas de abstenção nos últimos anos, este é mais um dia qualquer e nem se dignam a cumprir o seu dever como cidadãos, um direito que muito custou aos nossos antepassados...mas para mim é um dia especial porque por mais que digam "vira o disco e toca o mesmo" eu não entro nesse prisma. 

Temos de ser governados por alguém, neste caso os políticos, e goste-se ou não, esta é a realidade. Sei que a corrupção e fraudes não ajudam mas olhem que estes dois problemas não se circunscrevem apenas à política, infelizmente, estão por todo o lado nesta sociedade, abrangendo todos os quadrantes sociais! 

Por isso espero que o povo saia de casa e perca 5 minutos do dia de domingo para ir às urnas e votar em consciência. Que pensem no que aconteceu nestes últimos quatro anos (cá para mim os piores antes do 25 de abril de 74) e em tudo aquilo que nos bateu à porta sem aviso prévio: desemprego a disparar para números nunca antes vistos, pobreza como já não se via há décadas, famílias inteiras e crianças a dormir nas ruas, a saúde pelas ruas da amargura (tudo é privatizado e quem não tem dinheiro está tramado nos poucos serviços públicos que restam), a educação nem se fala, a cultura até foi apagada do mapa com a extinção do ministério que a geria, a dívida a subir em catadupa, os idosos entregues à sua sorte, os milhares de jovens obrigados a deixar para trás familiares e amigos, um país que vira as costas a tudo e todos...apertamos o cinto, quase que não respiramos, e todos estamos a pagar por uma crise que não criamos. 

Eu não votei nos que lá estão porque já sei o que a casa gasta e mais uma vez comprovou-se. Sou de outra facção...sim...onde impera uma vertente mais solidária que é o que mais falta faz neste país que caiu no abismo! 

Desta vez também não votarei nestes trapaceiros, rua com eles, e não compreendo como ainda há tanta mas tanta gente que vai continuar a querer ser governada por estes tipos...não entendo...parece aquele lema "quanto mais me bates mais gosto de ti"...só pode ser masoquismo ou então falta de tudo, ou, neste caso, falta de nada no que toca aos bens materiais....devem estar de barriga cheia,..só pode! 

Eu sou uma das que vai tentar a mudança para a esquerda porque no meu íntimo sei que face às circunstâncias é o melhor para todos...não se aguenta levar mais quatro anos com estas politicas de treta que nos tiram tudo...levaram-nos a carne, agora comam os ossos como sabiamente alguém disse! 

Saiam de casa, percam uns minutos para exerceram o vossos dever mas votem...e não votem em branco ou nulo porque para isso mais vale não sair de casa...mesmo que pensem que não se revêem em nenhuma força política ajudem a mudar o rumo dos acontecimentos com uma cruz no quadrado certo! 

Os que ficarem em casa depois não se venham queixar disto ou daquilo porque não têm moral nem direito para o fazer! Façam o vosso dever e ponto final! Por mim, por vós, por eles, pelo nosso futuro, e mais importante, pelo futuro dos vossos filhos e netos!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Marcas portuguesas de roupa, acessórios, calçado e lingerie

Porque o que é Nacional é bom (este sempre foi um dos meus lemas, lutar e diovulgar aquilo que de melhor se faz no nosso país) andei a fazer uma pesquisa intensiva na internet e deparei me com todas estas marcas portuguesas, na sua maioria expandidas além-fronteiras. Grande parte já conhecia mas outras não e fiquei admirada pela qualidade e beleza das suas coleções. Claro que existem muitas mais mas o post já estava a ficar muito extenso e então selecionei apenas estas! Afinal nós somos muito bons no que fazemos...temos é deixar de lado aquela mentalidade de "coitadinhos" e arriscar, seguir em frente, sem nunca olhar para trás. Estas marcas são a prova disso mesmo. Resultaram do arrojo de pessoas como nós que tinham um sonho e lutaram por ele. Hoje são um caso de sucesso. Uma vénia e aplausos para todos os seus responsáveis. 
No topo das minhas preferências está a One, Lanidor, Salsa, Tiffosi, Parfois...fiquei surpreendida e completamente rendida à Sonne Butti, Scripta, Ria…

Feira de Artesanato de Vila do Conde 2016

Wonder Laces - mais um exemplo do que bem se faz em Portugal

Nasceu para dar uma nova vida às sapatilhas que temos em casa, desafiando - através de aplicações - a criatividade e o estilo pessoal de cada um, de uma forma simples e económica. Chama-se WONDER LACES e é a primeira empresa portuguesa a dar resposta a uma nova tendência de moda estilizada. A WONDER LACES tem à frente Madalena Ruão Garcez, fundadora e gestora da marca que criou em Março deste ano. A responsável explica que a ideia surgiu pelo facto de ser uma apaixonada pelo mundo da moda e que, após um estudo de mercado, descobriu que não havia, em Portugal, nenhuma marca que disponibilizasse aplicações para calçado: “Perante a nova tendência de moda com recurso a aplicações, percebemos que existia uma lacuna no mercado português, uma vez que, não existia nenhuma marca com acessórios para sapatilhas. A WONDER LACES surge com esta missão e com o intuito de dar uma nova vida, não só, às sapatilhas, mas também, ao calçado em geral, de uma forma criativa, prática e económica. Atacadores, …