Avançar para o conteúdo principal

Ausência forçada

Peço desculpa a todos os meus seguidores por esta ausência forçada mas no passado domingo perdi uma parte de mim porque faleceu o meu Duque, um labrador retriever com 11 anos, que estava comigo desde os 3 meses. Foi uma perda imensa, custou horrores...embora eu soubesse que o fim dele estava próximo porque um cancro roubou-o de mim nunca estamos preparados para lidar com isto, sobretudo pessoas que, tal como eu, adoram os animais. Ele era o meu melhor amigo, o meu grande companheiro de uma vida, amava-o como se de um filho se tratasse---nestes ultimos dois meses em que lhe foi diagnosticada a doença proporcionei-lhe o maior bem-estar possível, com a ajuda de medicação para não sentir tantas dores e com muito amor e carinho...nunca deixou de comer, nem de passear---mas no domingo o coração não resistiu mais a esta malvada doença!
Cá em casa ficamos totalmente destroçados e a sua carinha nunca me sai da minha cabeça...era lindo, inteligente, só lhe faltava mesmo falar...a par de todo o sofrimento também há uma sensação de algum alívio porque sei que ele já não vai sofrer mais, agradeço a Deus por isso porque não queria mesmo submete-lo à eutanásia...sempre pedi a ELE para o levar quando achasse que seria a hora dele...e foi no passado dia 3 de agosto...no meu coração ficam doces e agradáveis recordações de uma vida em conjunto de 11 anos e a certeza de que nada lhe faltou e viveu uma vida feliz tal como todos os animais merecem!

Comentários

  1. Tão triste :(

    Os meus sentimentos querida :/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada querida pelo apoio e força!!! É uma dor imensa, um vazio enorme que só o tempo curará :-(
      Beijinhos*******

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Marcas portuguesas de roupa, acessórios, calçado e lingerie

Porque o que é Nacional é bom (este sempre foi um dos meus lemas, lutar e diovulgar aquilo que de melhor se faz no nosso país) andei a fazer uma pesquisa intensiva na internet e deparei me com todas estas marcas portuguesas, na sua maioria expandidas além-fronteiras. Grande parte já conhecia mas outras não e fiquei admirada pela qualidade e beleza das suas coleções. Claro que existem muitas mais mas o post já estava a ficar muito extenso e então selecionei apenas estas! Afinal nós somos muito bons no que fazemos...temos é deixar de lado aquela mentalidade de "coitadinhos" e arriscar, seguir em frente, sem nunca olhar para trás. Estas marcas são a prova disso mesmo. Resultaram do arrojo de pessoas como nós que tinham um sonho e lutaram por ele. Hoje são um caso de sucesso. Uma vénia e aplausos para todos os seus responsáveis. 
No topo das minhas preferências está a One, Lanidor, Salsa, Tiffosi, Parfois...fiquei surpreendida e completamente rendida à Sonne Butti, Scripta, Ria…

Feira de Artesanato de Vila do Conde 2016

Wonder Laces - mais um exemplo do que bem se faz em Portugal

Nasceu para dar uma nova vida às sapatilhas que temos em casa, desafiando - através de aplicações - a criatividade e o estilo pessoal de cada um, de uma forma simples e económica. Chama-se WONDER LACES e é a primeira empresa portuguesa a dar resposta a uma nova tendência de moda estilizada. A WONDER LACES tem à frente Madalena Ruão Garcez, fundadora e gestora da marca que criou em Março deste ano. A responsável explica que a ideia surgiu pelo facto de ser uma apaixonada pelo mundo da moda e que, após um estudo de mercado, descobriu que não havia, em Portugal, nenhuma marca que disponibilizasse aplicações para calçado: “Perante a nova tendência de moda com recurso a aplicações, percebemos que existia uma lacuna no mercado português, uma vez que, não existia nenhuma marca com acessórios para sapatilhas. A WONDER LACES surge com esta missão e com o intuito de dar uma nova vida, não só, às sapatilhas, mas também, ao calçado em geral, de uma forma criativa, prática e económica. Atacadores, …