Avançar para o conteúdo principal

Afinal sou bilionária!

Confesso que fico muito perturbada com os desabafos que por aí vou lendo sobre a falta de amor entre casais, que não existe amor verdadeiro, que todos os homens são iguais, que as mulheres são as que mais sofrem, que eles são sempre machistas e usam e abusam....enfim...sim eu até posso ser uma privilegiada porque encontrei a minha alma gémea, o meu maior tesouro, que faz de mim a mulher mais feliz do planeta.

Eh pah...afinal sou bilionária!!!!...sim porque vivo rodeada de amor, carinho, harmonia e muita compreensão aqui no meu lar, o que nos tem ajudado imenso a ultrapassar alguns dissabores que infelizmente estão a bater à porta de muitas famílias.

Mas não pensem que foi fácil percorrer todo este caminho! Já passei por muitas desilusões mas nunca deixei de acreditar no amor verdadeiro e que um dia iria ter o meu principe encantado...não veio a cavalo mas foi um reencontro que demorou nove anos...valeu a pena a espera :-) claro que nem todas as pessoas têm esta sorte, continuam a sofrer sem o merecerem mas há outras que também não dão valor ao que têm! Parece ser mais importante o ter do que o ser! E então aí as coisas de facto não avançam...só têm tendencia a piorar. Aliás, o pior que pode acontecer é idealizar a figura masculina que nos vai encher as medidas ---erro enorme---- jamais façam isso porque vão acabar por se desiludir! O que tem de ser para vocês assim o será...é o destino e eu acredito nele...claro que o podemos mudar mas o que está traçado acaba por acontecer!

Depois também há aqueles casais que não se entendem, que só discutem, e vivem numa fachada, em mutos dos casos, por causa dos filhos...claro que aqui quem mais sofre são as crianças mas não será melhor cada um seguir com a sua vida ao invés de os filhos serem obrigados a assistir a mais e mais discussões? Cada um é livre de fazer as suas próprias escolhas e caso se sinta aprisionado tem de dar um reviravolta, pensando no seu bem-estar e no dos que o rodeiam!

Também não existem homens perfeitos tal como não existem mulheres perfeitos. Todos temos os nossos defeitos e virtudes...os ensinamentos da vida vão dando aos mais conscientes a possibilidade de melhorarmos e mostrar mais as nossas qualidades...quanto aos outros ficam parados no tempo e acabam por se isolar num mundo de ilusões!

No fundo, o mais importante é nunca perder a fé e a esperança...acreditar que "para cada panela há um tacho", como sabiamente dizia a minha vó Zinda...pode demorar, eu estive 32 anos à espera, mas nesse dia, acreditem, a vossa vida vai dar uma volta de 360 graus. A partir daí, todas as más energias que pairam no ar não nos atingem mais, nem tão pouco as críticas infundadas, as invejas, as futilidades...porque com o nosso coração cheiinho de amor e a bombar tanto calor "os tristes e repudiantes restos" vindo de alguns seres ignóbeis que por aí andam são jogados para canto!

Façam por ser felizes, amem-se muito, cultivem a vossa auto-estima, não deixem que nada nem ninguem vos deite abaixo, valorizem-se, sejam educados, cultivem o amor e a amizade, lutem por causas, contra as injustiças, pratiquem o bem, sejam solidários com o próximo e ignorem, dando ao total desprezo, tudo que o vem de baixo...porque com esta atitude nada nos atinge! Só assim conseguimos sobreviver nesta selva em que se transformou a sociedade...ah e arranjem sempre o vosso refúgio, um mundo próprio onde só entra quem faz por o merecer...isto para bem da nossa sanidade mental (falo por experiência própria)

Beijinhos da Su

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Marcas portuguesas de roupa, acessórios, calçado e lingerie

Porque o que é Nacional é bom (este sempre foi um dos meus lemas, lutar e diovulgar aquilo que de melhor se faz no nosso país) andei a fazer uma pesquisa intensiva na internet e deparei me com todas estas marcas portuguesas, na sua maioria expandidas além-fronteiras. Grande parte já conhecia mas outras não e fiquei admirada pela qualidade e beleza das suas coleções. Claro que existem muitas mais mas o post já estava a ficar muito extenso e então selecionei apenas estas! Afinal nós somos muito bons no que fazemos...temos é deixar de lado aquela mentalidade de "coitadinhos" e arriscar, seguir em frente, sem nunca olhar para trás. Estas marcas são a prova disso mesmo. Resultaram do arrojo de pessoas como nós que tinham um sonho e lutaram por ele. Hoje são um caso de sucesso. Uma vénia e aplausos para todos os seus responsáveis. 
No topo das minhas preferências está a One, Lanidor, Salsa, Tiffosi, Parfois...fiquei surpreendida e completamente rendida à Sonne Butti, Scripta, Ria…

Wonder Laces - mais um exemplo do que bem se faz em Portugal

Nasceu para dar uma nova vida às sapatilhas que temos em casa, desafiando - através de aplicações - a criatividade e o estilo pessoal de cada um, de uma forma simples e económica. Chama-se WONDER LACES e é a primeira empresa portuguesa a dar resposta a uma nova tendência de moda estilizada. A WONDER LACES tem à frente Madalena Ruão Garcez, fundadora e gestora da marca que criou em Março deste ano. A responsável explica que a ideia surgiu pelo facto de ser uma apaixonada pelo mundo da moda e que, após um estudo de mercado, descobriu que não havia, em Portugal, nenhuma marca que disponibilizasse aplicações para calçado: “Perante a nova tendência de moda com recurso a aplicações, percebemos que existia uma lacuna no mercado português, uma vez que, não existia nenhuma marca com acessórios para sapatilhas. A WONDER LACES surge com esta missão e com o intuito de dar uma nova vida, não só, às sapatilhas, mas também, ao calçado em geral, de uma forma criativa, prática e económica. Atacadores, …

Portugal não está a arder, está a ser queimado!

Esta frase que alguém escreveu no facebook traduz tudo aquilo que me vai na alma perante o inferno de chamas que deflagra no nosso país desde ontem. "Portugal não está a arder, está a ser queimado"! Concordo plenamente porque só a mão criminosa de monstros que lucram com toda esta tragédia é capaz de ativar mais de 500 focos de incêndio por todos os distritos, à excepção de Beja e Faro, os únicos que escaparam a este inferno. Só peço que as autoridades investiguem a fundo, tenham mão pesada sobre os criminosos. Mudem a legislação. Façam-nos pagar bem caro por todo o mal que provocaram e vão continuar a provocar caso nada seja feito. E também não nos podemos esquecer das alterações climatéricas. Agora já não temos quatro estações. Ou está muito frio, ou está muito calor. Já não há fases intermédias para nos adaptarmos. Temos de acompanhar esta evolução, para muito pior como é óbvio. E prevenir. Sempre!




Perante tudo o que li, tudo o que ouvi só me apraz dizer que a culpa não é…