sábado, 1 de junho de 2013

É preciso limpar!

A pouco menos de um mês de completar 34 anos olho para trás e vejo com a vida nos pode surpreender. Umas vezes pela positiva, outras pela negativa. Mas é mesmo assim, nem sempre tudo corre como queremos, até porque a mais bela das rosas tem os seus espinhos. Ao longo de todo este tempo conheci muitas pessoas, também como fruto da minha profissão, e que ainda hoje se lembram de mim e perguntam como estou. Não pode haver nada de mais gratificante do que isto...pequenas palavras que valem por mil ações. É isto que me leva a continuar a trilhar o meu caminho, de encontro a um sonho de longa data que, eu lá no fundo, sei que vou conseguir concretizar. Pode demorar, porque comigo nunca nada caiu do céu, mas vou lá chegar e nesse dia vou dar graças a Deus por essa conquista. Enquanto isto congratulo-me pelo facto de ser lembrada com carinho por pessoas com quem já não falo há imenso tempo, fruto das mudanças na carreira, mas que nunca se esqueceram de mim e enviam-me sempre cumprimentos através dos meus colegas. O quanto isto me deixa feliz!!!! 
Em contrapartida há amizades de longa data que eu julgava serem fortes e recíprocas mas afinal a máscara caiu e vi que realmente essa gente não merece um pingo da minha consideração. Sou uma pessoa muito sensível, pelos amigos faço tudo o que está ao meu alcance, só que, alguns, quando eu mais precisava não estavam lá e é nos momentos menos bons que vemos a qualidade dos ditos amigos. Nem sequer estenderam um dedo para me amparar. Por isso fiz uma profunda limpeza e joguei fora tudo aquilo que me fazia mal. Infelizmente, nesta sociedade, cada vez mais, as pessoas olham apenas para o seu umbigo e não me venham com desculpas que é da crise financeira. A culpa é da crise..mas de valores e princípios. A esses faz-lhes falta crescer e verem o que é de facto a vida...porque não fazem a mínima ideia do que ela é. Sempre tiveram tudo de mão beijada, nunca fizeram o mínimo de esforço para conseguirem algo, enquanto outros fazem das tripas coração para sobreviverem e, sem falsas modéstias, digo-o com toda a frontalidade e sinceridade, se tivessem passado por metade do que já passei acreditem que se tinham borrado todos e nunca mais se levantavam. Falta-lhes entender o significado da palavra "humanidade, solidariedade e fraternidade" mas não sou eu que lhes vou ensinar isso. Que cresçam e apareçam mas nesse dia já será tarde demais porque se baterem à minha porta ela já não se abre para eles. Tenho o meu próprio mundo onde só entra quem eu quero e quem merece. Tive de aprender a ser mais fria, sem me deixar levar em demasia pelas emoções, deixando-me guiar apenas pela razão e acreditem que foi o melhor que podia ter feito até hoje. Afinal este mundo é de escolhas, eles fizeram as deles e eu faço as minhas. Não sou melhor nem pior do que ninguém. Simplesmente sou eu, com muita auto-estima e orgulho em mim própria. Nunca precisei de bajular ninguém nem de dar graxa. Era o que mais faltava! Isso nunca fiz, não faço nem nunca farei. Para tachos e panelices não contem comigo! 
Felizmente há os que tenho no meu coração para sempre....amizades de décadas que ficam e irão ficar para sempre...agora sei com quem posso contar....pessoas que até nem conheço pessoalmente e outras que já nem vejo há algum tempo mas sei que estão ali...nem que seja com uma palavra de encorajamento! Isso sim vale por tudo! A vocês, que sabem quem são, o meu muito obrigado por estarem no meu pequeno mundo! E já sabem que podem contar comigo nas horas boas e más. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

AQVA, dermacosméticos com água termal portuguesa

Tal como acontece com outras instâncias termais internacionais - de que são exemplo a Avene, Vichy, La Roche Posay e a Uriage - também as T...