Avançar para o conteúdo principal

Atitudes que prejudicam o nosso cabelo




Olá!

Hoje falo-vos de atitudes que prejudicam um dos nossos bens mais preciosos: o cabelo. Sendo este um dos melhores cartões-de-visita de uma rapariga, os seus cuidados e preocupações devem ser constantes. E, para ser sincera, não é bonito ver um cabelo com as pontas todas espigadas, cheio de caspa, mal lavado e seboso, mesmo que a pessoa esteja muito bem vestida, muito bem maquilhada e com umas unhas perfeitas. Por isso, ter um cabelo bonito é essencial para tornar uma aparência cuidada e elegante, que, como toda a gente sabe, causa muito boa impressão numa entrevista de emprego e mesmo no dia-a-dia laboral. No entanto, nem toda a gente tem cuidados com o cabelo e há quem não se preocupe minimamente com ele. Por outro lado, há quem realmente tenha todos os cuidados e goste de o arranjar nos melhores cabeleireiros, mas, por erros recorrentes, danificam-no e tornam-no mais oleoso, quebradiço, embaraçado e sem vida.

Portanto, para que isso deixe de acontecer, aqui ficam os 5 maiores erros que, involuntariamente, podem estar a cometer com o vosso cabelo:



1.      Excesso ou falta de lavagem

Muito se fala relativamente ao número de lavagens que se deve dar ao cabelo. Há cabeleireiros que recomendam a lavagem diária, outros que a recomendam dia sim, dia não, e há mesmo quem diga para a intervalar por alguns dias. Esta pode ser uma explicação inconclusiva, por isso, o melhor é adequar o número de lavagens ao tipo de cabelo que se tem. Por exemplo, um cabelo oleoso deve ser lavado com muito mais frequência do que um cabelo seco, que pode aguentar um ou dois dias. No entanto, não deixem de o lavar, se realmente já notam que ficou sem o brilho e sem a sua macieza naturais.

Nota: nunca o deixem chegar ao estado de grande sujidade, pois só o estraga e não é nada bonito. 

2.      Lavar o cabelo com água muito quente

Lavar o cabelo com água muito quente é, para muitas raparigas, algo muito agradável de se fazer nos dias mais frios, principalmente para as mais friorentas. Mas esta acção prejudica o cabelo, originando uma maior oleosidade e uma maior produção de sebo, provocando também uma maior irritação no couro cabeludo. 



3.      Prender o cabelo quando está molhado

Por vezes, fazer uma bolinha com o nosso cabelo molhado dá muito jeito quando estamos em casa e não queremos molhar a roupa (ou se estivermos com muito frio). Mas prender o cabelo molhado é péssimo, pois potencia a criação de caspa e de vários fungos no couro cabeludo, já para não falar do enfraquecimento da raiz, que, consequentemente, provoca a indesejada queda.

Nota: dormir com o cabelo molhado é outro erro gravíssimo que podemos cometer. É certo que lavá-lo à noite é, muitas vezes, inevitável, mas convém secá-lo antes de nos deitarmos. Isto, porque dormir com ele molhado ou húmido é tão mau como prendê-lo neste estado. Um couro cabeludo com fungos e caspa, para além de um fácil aparecimento de sebo, de oleosidade e de outros problemas mais graves, são as consequências desta acção, que parece ser totalmente inofensiva.



4.      Secar o cabelo com o secador muito perto

Este é um dos erros mais habituais e que muitas desconhecem. A forma correcta de secar o cabelo é usando o secador a uma distância de, pelo menos, entre 10 a 20 centímetros, pois uma maior proximidade pode queimar e danificar os seus fios, enfraquecendo-os e tornando-os mais quebradiços. É preciso ter também um certo cuidado com a temperatura, sendo que o ideal é escolher uma que não seja muito quente.



5.      Estar muito tempo sem cortar as pontas

Este é o drama de quase todas as raparigas. Cortar o cabelo é uma das coisas mais detestáveis, sobretudo quando queremos ter o nosso cabelo sempre comprido. “Corte só as pontas, mas muito pouquinho, e mantenha o comprimento” é lei nos cabeleireiros e, fora deles, desabafos como “a cabeleireira cortou demasiado e o que não devia” são recorrentes. Mas a verdade é que é essencial cortar o cabelo, no mínimo, de 3 em 3 meses (a não ser que demore demasiado tempo para crescer), a fim de se evitar o aparecimento de pontas espigadas e fracas, que propiciam uma maior queda, para além de um cabelo mais quebradiço, fino, sem brilho e sem vida.



Já não há desculpas para não terem um cabelo bonito, cheio de vida, sedoso, brilhante e com um aspecto saudável. Se estão a cometer alguns destes erros, corrijam-nos o mais rapidamente possível, em prol de uma aparência mais cuidada e bonita! E nunca se esqueçam que, para além de uma boa lavagem e de uma boa secagem, o cabelo precisa de um tratamento permanente e, acima de tudo, rigoroso. Hidratá-lo frequentemente é fundamental (o óleo de amêndoas é um excelente hidratante), assim como o uso de um bom condicionador para as pontas (nunca coloquem condicionador na raiz, pois provoca uma maior oleosidade, uma produção de sebo e, em casos extremos, o aparecimento de caspa). E é também verdade que, na maior parte das vezes, é só preciso ter bom senso – por exemplo, não usar o alisador de cabelo quando este está molhado e/ou húmido, pois pode queimá-lo e parti-lo com extrema facilidade, ou usar um elástico que não o parta nem o embarace - e saber fazer as melhores escolhas, sempre de forma informada e responsável.

Texto : www.zaask.pt

Fonte da imagem: Pinterest




Comentários

Mensagens populares deste blogue

Marcas portuguesas de roupa, acessórios, calçado e lingerie

Porque o que é Nacional é bom (este sempre foi um dos meus lemas, lutar e diovulgar aquilo que de melhor se faz no nosso país) andei a fazer uma pesquisa intensiva na internet e deparei me com todas estas marcas portuguesas, na sua maioria expandidas além-fronteiras. Grande parte já conhecia mas outras não e fiquei admirada pela qualidade e beleza das suas coleções. Claro que existem muitas mais mas o post já estava a ficar muito extenso e então selecionei apenas estas! Afinal nós somos muito bons no que fazemos...temos é deixar de lado aquela mentalidade de "coitadinhos" e arriscar, seguir em frente, sem nunca olhar para trás. Estas marcas são a prova disso mesmo. Resultaram do arrojo de pessoas como nós que tinham um sonho e lutaram por ele. Hoje são um caso de sucesso. Uma vénia e aplausos para todos os seus responsáveis. 
No topo das minhas preferências está a One, Lanidor, Salsa, Tiffosi, Parfois...fiquei surpreendida e completamente rendida à Sonne Butti, Scripta, Ria…

Feira de Artesanato de Vila do Conde 2016

Passatempo "Mini palete da Sephora"