Avançar para o conteúdo principal

Choro por Paris e por todos os inocentes que morrem no mundo

Hoje choro por Paris e por todo o seu povo...mas também choro pelos milhares de inocentes que morrem todos os dias no mundo, sobretudo no muçulmano, à conta do fanatismo e verdadeiros atos tresloucados de espécimes que têm de ser varridas do planeta.
Paris, em particular, deixa-me muito triste porque é uma cidade pela qual me apaixonei...um amor à primeira vista. Estive lá pela primeira vez em março de 2010 e fiquei encantada com os cheiros, as cores, a cultura que se respira em cada canto. Passeei junto à Torre Eiffel, convivi de perto com argelinos e marroquinos, gente simpática, deliciei-me com cada avenida (as galerias Lafayette são mágicas), a ópera de Paris é algo de estonteante, o museu do Louvre, o rio Senna...tudo é mágico, lindo, um verdadeiro encanto...hoje o meu coração chora pela morte de centenas de inocentes às mãos de gente louca, que matam por dá lá aquela palha, dizendo que o fazem em nome de um Deus...mas Deus é amor, é compaixão, é solidariedade, entreajuda...só que estes monstros estão de tal modo com o cérebro moldado por um fanatismo hediondo e alarmante que não tem cura...as crianças são forçadas a isto desde pequenas, pobres seres...
O receio é que muita gente confunde os refugiados com terroristas e isso está errado. Os refugiados fogem precisamente destes mesmo terroristas, deixando para trás toda uma vida, familiares e amigos, em busca de um futuro melhor, sem o som das bombas, das mortes, da destruição!
Grande parte da culpa também pertence às grandes nações capitalistas que fornecem armamento a estes tresloucados e, em muitos casos, até os ensinam a combater num cenário de guerra...eles infiltram-se, fazem-se passar por cidadãos comuns e um dia acontece uma desgraça.
É hora de olhar com olhos de ver para aquilo que está a acontecer, não se deve vender armamento a estes grupos organizados, porque é dar-lhes um relógio bomba para as mãos.
Não sei onde isto vai parar....no ar paira o clima do medo...continuo a dizer que por enquanto estamos num cantinho abençoado mas não sei até quando....tenho receio que se aproxime uma III Guerra Mundial entre ocidentais e muçulmanos...tenho muito receio...
Enquanto isso as minhas preces e orações estão com os familiares e amigos de quem partiu...muita luz e paz às suas almas...não tenho mais palavras


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Marcas portuguesas de roupa, acessórios, calçado e lingerie

Porque o que é Nacional é bom (este sempre foi um dos meus lemas, lutar e diovulgar aquilo que de melhor se faz no nosso país) andei a fazer uma pesquisa intensiva na internet e deparei me com todas estas marcas portuguesas, na sua maioria expandidas além-fronteiras. Grande parte já conhecia mas outras não e fiquei admirada pela qualidade e beleza das suas coleções. Claro que existem muitas mais mas o post já estava a ficar muito extenso e então selecionei apenas estas! Afinal nós somos muito bons no que fazemos...temos é deixar de lado aquela mentalidade de "coitadinhos" e arriscar, seguir em frente, sem nunca olhar para trás. Estas marcas são a prova disso mesmo. Resultaram do arrojo de pessoas como nós que tinham um sonho e lutaram por ele. Hoje são um caso de sucesso. Uma vénia e aplausos para todos os seus responsáveis. 
No topo das minhas preferências está a One, Lanidor, Salsa, Tiffosi, Parfois...fiquei surpreendida e completamente rendida à Sonne Butti, Scripta, Ria…

Feira de Artesanato de Vila do Conde 2016

Wonder Laces - mais um exemplo do que bem se faz em Portugal

Nasceu para dar uma nova vida às sapatilhas que temos em casa, desafiando - através de aplicações - a criatividade e o estilo pessoal de cada um, de uma forma simples e económica. Chama-se WONDER LACES e é a primeira empresa portuguesa a dar resposta a uma nova tendência de moda estilizada. A WONDER LACES tem à frente Madalena Ruão Garcez, fundadora e gestora da marca que criou em Março deste ano. A responsável explica que a ideia surgiu pelo facto de ser uma apaixonada pelo mundo da moda e que, após um estudo de mercado, descobriu que não havia, em Portugal, nenhuma marca que disponibilizasse aplicações para calçado: “Perante a nova tendência de moda com recurso a aplicações, percebemos que existia uma lacuna no mercado português, uma vez que, não existia nenhuma marca com acessórios para sapatilhas. A WONDER LACES surge com esta missão e com o intuito de dar uma nova vida, não só, às sapatilhas, mas também, ao calçado em geral, de uma forma criativa, prática e económica. Atacadores, …