Avançar para o conteúdo principal

Hoje tive um sonho...



Sonhei que vivia num mundo sem ódios nem rancores
Sonhei que os falsos amigos tinham sido exterminados
Sonhei que a maior parte das pessoas sobe na vida por mérito próprio
Sonhei que todos viviam sem falsas aparências
Sonhei que a ajuda ao próximo era um bem cultivado
Sonhei que as crianças não sofriam, os idosos eram respeitados e os animais não eram abandonados
Sonhei que o bem superava o mal
Sonhei com uma sociedade sem preconceitos e tabus
Sonhei que a felicidade do outro também era a nossa felicidade
Sonhei que o dinheiro não falava mais alto que o amor
Sonhei que os pobres não viviam sufocados pelos ricos
Sonhei que os seres de mau caracter pagavam pelos seus pecados
Sonhei que quando o sol brilhava era para todos
Quando acordei vi que apenas tinha sido um sonho...mas bom
Que eu nunca perca a capacidade de sonhar e de ser fiel aos meus princípios e ideiais
Sei que a isso sempre me manterei fiel porque como não me encaixo nesta sociedade vivo num mundo à parte onde só entra quem quero e merece
Sei com quem posso contar e quem está ao meu lado de corpo e alma sem segundas intenções
Sei que nem tudo o que parece é e que há seres que deviam ser irradiados da face da terra porque não fazem cá falta
Mas é o que temos e pelo menos eu sou feliz e aprendi a dar o meu sorriso, amizade, carinho e ajuda só para quem está comigo em todas as horas
Sei que sou diferente e que para isso tenho de ter uma coragem monstruoso
Mas tenho-a e nada nem ninguem me consegue derrubar
Sabem porquê?
Porque em mim carrego a fé de mil anjos, a esperança, a luta, a vontade, a revolução e só assim ultrapasso todas as pedras no caminho
Digo o que penso, o que sinto, o que me vai na alma sem medo de represálias
Não preciso de dar graxa ou juntar-me a grupinhos para chegar onde quero
Pois com a força de uma guerreira estou sempre pronto para a luta! Venha ela que cá estou pronto para vencer mais uma batalha!!!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Marcas portuguesas de roupa, acessórios, calçado e lingerie

Porque o que é Nacional é bom (este sempre foi um dos meus lemas, lutar e diovulgar aquilo que de melhor se faz no nosso país) andei a fazer uma pesquisa intensiva na internet e deparei me com todas estas marcas portuguesas, na sua maioria expandidas além-fronteiras. Grande parte já conhecia mas outras não e fiquei admirada pela qualidade e beleza das suas coleções. Claro que existem muitas mais mas o post já estava a ficar muito extenso e então selecionei apenas estas! Afinal nós somos muito bons no que fazemos...temos é deixar de lado aquela mentalidade de "coitadinhos" e arriscar, seguir em frente, sem nunca olhar para trás. Estas marcas são a prova disso mesmo. Resultaram do arrojo de pessoas como nós que tinham um sonho e lutaram por ele. Hoje são um caso de sucesso. Uma vénia e aplausos para todos os seus responsáveis. 
No topo das minhas preferências está a One, Lanidor, Salsa, Tiffosi, Parfois...fiquei surpreendida e completamente rendida à Sonne Butti, Scripta, Ria…

Feira de Artesanato de Vila do Conde 2016

Wonder Laces - mais um exemplo do que bem se faz em Portugal

Nasceu para dar uma nova vida às sapatilhas que temos em casa, desafiando - através de aplicações - a criatividade e o estilo pessoal de cada um, de uma forma simples e económica. Chama-se WONDER LACES e é a primeira empresa portuguesa a dar resposta a uma nova tendência de moda estilizada. A WONDER LACES tem à frente Madalena Ruão Garcez, fundadora e gestora da marca que criou em Março deste ano. A responsável explica que a ideia surgiu pelo facto de ser uma apaixonada pelo mundo da moda e que, após um estudo de mercado, descobriu que não havia, em Portugal, nenhuma marca que disponibilizasse aplicações para calçado: “Perante a nova tendência de moda com recurso a aplicações, percebemos que existia uma lacuna no mercado português, uma vez que, não existia nenhuma marca com acessórios para sapatilhas. A WONDER LACES surge com esta missão e com o intuito de dar uma nova vida, não só, às sapatilhas, mas também, ao calçado em geral, de uma forma criativa, prática e económica. Atacadores, …