Avançar para o conteúdo principal

Pobreza aumenta a olhos vistos!




De acordo com uma noticia hoje divulgada na TV um quarto da população portuguesa, ou seja mais de 2,7 milhões, estão em risco de pobreza ou exclusão social. Uma triste realidade que nos faz remontar ao período antes do 25 de abril de 1974 onde tudo era racionado, tal como me contam os meus pais, e uma sardinha chegava a dar para quatro pessoas. Mas aí até se compreendia, em parte, porque em média cada casal tinha mais do que seis filhos e era muito complicado alimentar tantas bocas. A minha mãe costuma dizer que fome nunca passou mas dificuldades sim.
Agora, este é o resultado de uma política cada vez mais anti-social, cujos governantes apenas se preocupam com a classe mais abastada do país e não têm o mínimo de sensibilidade ou princípio de solidariedade. Com os cortes e mais cortes a nível de todos os apoios sociais é normal que Portugal esteja a enfrentar este duro cenário e não há nenhuma luz ao fundo do túnel capaz de acabar com este inferno. Além do aumento da taxa de desemprego, dos jovens que são obrigados a emigrar, deixando para trás familiares e amigos, em busca de melhores condições de vida, a fome passou a ser também uma realidade diária. Mas quanto a isso o que fazem os governantes? Zeroooo....nadaaaaa! Se não fossem as instituições de solidariedade social ou a boa-vontade de muitas pessoas isto ainda estava pior...cada vez mais se recorre à chamada sopa dos pobres, o Banco Alimentar contra a Fome não consegue responder a todas as solicitações...e então se falarmos na pobreza escondida, a mais difícil de detetar e solucionar, então é mesmo para colocar as mãos na cabeça e pensar: "Será que estamos mesmo no século XXI?" Sim...estamos e o país está no estado em que está...há manifestações por todo o lado, todos pedem a demissão do Governo entregue aos mandamentos de uma troika sugadora onde não se respeitam os principios básicos da Constituição...mas não há um fdp com eles no sítio para fazer ver ao Coelho e Cavaco que a unica solução é deixarem o poleiro! Já não se aguenta tanta austeridade...tanta pressão...tanto opressão aos pobres e aos que trabalham diariamente, que são aqueles que andam também a pagar uma crise que não ajudaram a criar...tanto sufoco!!!! E mais dois anos a levar com isto? Quem é que aguenta? Apenas os milionárias que vão proliferando por aí nos seus grandes bólides porque em alturas de crise económica são os que mais se safam...aliás os corruptos passeiam-se por aí impávidos e serenos sem que sejam sancionados pelos milhões que roubaram ao país...se houvesse justiça a sério não estaríamos assim! Mas infelizmente a justiça quando nasce não é para todos...

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Marcas portuguesas de roupa, acessórios, calçado e lingerie

Porque o que é Nacional é bom (este sempre foi um dos meus lemas, lutar e diovulgar aquilo que de melhor se faz no nosso país) andei a fazer uma pesquisa intensiva na internet e deparei me com todas estas marcas portuguesas, na sua maioria expandidas além-fronteiras. Grande parte já conhecia mas outras não e fiquei admirada pela qualidade e beleza das suas coleções. Claro que existem muitas mais mas o post já estava a ficar muito extenso e então selecionei apenas estas! Afinal nós somos muito bons no que fazemos...temos é deixar de lado aquela mentalidade de "coitadinhos" e arriscar, seguir em frente, sem nunca olhar para trás. Estas marcas são a prova disso mesmo. Resultaram do arrojo de pessoas como nós que tinham um sonho e lutaram por ele. Hoje são um caso de sucesso. Uma vénia e aplausos para todos os seus responsáveis. 
No topo das minhas preferências está a One, Lanidor, Salsa, Tiffosi, Parfois...fiquei surpreendida e completamente rendida à Sonne Butti, Scripta, Ria…

Feira de Artesanato de Vila do Conde 2016

Passatempo "Mini palete da Sephora"